The best bookmaker bet365

Дървен материал от www.emsien3.com

Valor Econômico: Só Goiás e Pernambuco atingem meta do Ideb de 2019

Em: 15 Setembro 2020 | Fonte: Valor Econômico

Cenário é o mesmo da avaliação de 2017 para o ensino médio público

Apenas dois Estados (Goiás e Pernambuco) cumpriram as metas de aprendizagem e aprovação no ensino médio público em 2019, mostra o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado ontem pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Na avaliação anterior, de 2017, também os dois haviam sido os únicos a atingir o resultado esperado para o período.

O indicador nacional subiu de 3,5 para 3,9, o maior avanço da série, mas ainda está distante da projeção de 4,6, sempre considerando o ensino médio público.

O Ideb é composto por dois tipos de dados de aprovação escolar e de desempenho dos estudantes no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Até 2021, o Inep tem metas para o Ideb de todas a redes e Brasil.

Entre 2017 e o ano passado, Goiás subiu de 4,3 para 4,7 no Ideb - a meta era de 4,4 para o ano passado. Já Pernambuco passou de 4,0 para 4,4, acima do Ideb esperado de 4,3 para o período. Espírito Santo também é destaque, com um Ideb de 4,6 em 2019, de 4,1 em 2017. No entanto, a nota capixaba deveria ser 4,7 a essa altura.

O Ideb também é calculado para a 5ª e 9ª séries do fundamental. Nos dois ciclos, o desempenho é historicamente melhor em comparação com o ritmo mais lento do ensino médio.

Nos anos iniciais do fundamental, só não cumpriram as metas os Estados do Amapá, Roraima, Sergipe, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

Em média, o Ideb dos anos iniciais do fundamental da rede pública subiu de 5,5 para 5,7 entre 2017 e 2019, batendo a meta de 5,5 para o ano passado. Entre 2005 e 2019, o Inep destaca que a rede pública subiu 2,1 pontos. No período, o Ceará avançou de 2,8 para 6,3, quase duas vezes mais rápido do que a média.

Nos anos finais do fundamental, o Ideb nacional aumentou de 4,4 para 4,6 entre 2017 e 2019, sempre considerando a rede pública. No entanto, a meta para o ano passado era chegar a 5. Apenas sete Estados tiveram desempenho suficiente para alcançar o resultado projetado: Amazonas, Piauí, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Paraná e Goiás.

Novamente, o Estado do Ceará é destaque. Com Ideb de 5,2, superou a meta proposta e alcançou o melhor resultado do Brasil, ao lado de São Paulo, também com 5,2 - que, no entanto, deveria ter atingido 5,6.

logo abmes logo abrafi logo anaceu logo anup logo fenep logo fenep logo semesp

 

 
 

Online bookmaker Romenia betwin365.webs.com