The best bookmaker bet365

Дървен материал от www.emsien3.com

Dona da Estácio, Yduqs projeta fechar 2019 com 30 mil alunos com Fies

Em: 13 Agosto 2019 | Fonte: Valor Econômico

A Yduqs, holding das instituições de ensino da marca Estácio, acredita que perderá mais 19 mil alunos com Fies, programa de financiamento estudantil do governo, e chegará ao fim de 2019 com 30 mil estudantes beneficiados pelo crédito universitário público.

Segundo Eduardo Parente, presidente da Yduqs, esse patamar é o máximo em que pode haver um ganho. “Deve haver um 'upside'. Acreditamos que o governo vai retomar o programa”, disse nesta terça-feira, em teleconferência com analistas e investidores.

Ainda segundo Parente, a companhia deve reduzir a oferta de financiamento estudantil privado.

A captação de alunos no vestibular do meio do ano da Yduqs já ultrapassou a do ano passado. O processo seletivo vai até setembro, segundo o executivo.

A meta da companhia é crescer até 10% nos cursos presenciais e mais de 10% na graduação on-line.

De acordo com Parente, a expectativa é que no próximo ano a base de alunos de cursos presenciais volte a crescer, mesmo considerando as perdas dos alunos com Fies que irão se formar neste ano.

A taxa de evasão não teve mudanças de critérios no segundo trimestre, disse. A Yduqs reportou um aumento de 1 ponto percentual na taxa de retenção tanto nos cursos presenciais como a distância. No segundo trimestre, 86% dos alunos da graduação presencial permaneceram matriculados, enquanto no segmento EAD o percentual foi de 82%.

Num cenário de crise e menos Fies, um dos maiores problemas no setor tem sido controlar a taxa de evasão.

Aquisições

A Yduqs está analisando instituições de ensino com cursos de medicina para aquisição, mas não pretende pagar múltiplos muito elevados. “Há muitas opções de aquisições, ficamos tentados, mas não fazemos maluquices. Preferimos comprar Yduqs”, disse Parente.

O executivo lembrou que a companhia tem uma boa posição de caixa, sem dívida líquida, o que pode ser uma vantagem para o grupo carioca, mas afirmou que aquisições serão bem analisadas.

A Yduqs tem planos de entrar em cidades com menos de 100 mil habitantes ofertando cursos de EAD. A meta do grupo é estar em 1,5 mil cidades, o triplo do status atual.

Questionado sobre a presença de outros grupos já estabelecidos nessas cidades, Parente argumentou que nem sempre a oferta atende toda a demanda local ou as opções não são as melhores. “Podemos entrar como o segundo, terceiro, quarto player. Não há problema”, disse.

O executivo afirmou que o segmento de EAD tem potencial para dobrar de tamanho e melhorar os modelos pedagógicos ofertados.

Ele disse também que o aumento de 55% nos repasses aos polos, no segundo trimestre, é devido ao crescimento na base de alunos em EAD.

logo abmes logo abrafi logo anaceu logo anup logo fenep logo fenep logo semesp

 

 
 

Online bookmaker Romenia betwin365.webs.com